Romye me trocou por um punhado de bolachas

*Munganga escrita pelo meu amigo, o jornalista, Lael Arruda. Oh caba munganguento, viu!

 

Era quase fim de expediente na redação da TV onde eu trabalhava, quando recebo uma mensagem da amiga jornalista, Romye Schneider. Ela queria contar umas novidades profissionais e colocar a conversa em dia. Marcamos de ir a um café logo depois do trabalho.Já fui me preparando psicologicamente para ouvir duas horas seguidas sem poder dizer um “ai”, e só depois ser LIBERADO para dar meu parecer sobre o que ouvi, pois é assim que conversamos. E são sempre ótimas conversas.

Pois bem! Nos encontramos no lugar marcado, pedimos algo para comer e Romye começou a falar, e eu a ouvir. Conversa vai, conversa vem (agora eu já estava podendo falar também), Romye se levanta da mesa e diz que vai ao banheiro, na parte interna do café, pois estávamos num espaço externo.

Esperei 5 minutos, esperei 10 minutos, esperei 15 minutos… e nada de Romye voltar! Quando chegou a marca de 20 minutos, levantei e fui à busca da jornalista mais munganguenta do Brasil, já preocupado, achando que havia acontecido alguma coisa.

Quando entro no restaurante, Romye está muito bem encostada num balcão, conversando com o dono do estabelecimento, ao lado de um tacho de bolachas recém-saídas do forno. Sem muita cerimônia, ela apenas falou:

– Bolacha de graça. Saiu agora do forno. Fiquei por aqui mesmo! – simplificou a explicação.

E eu? O amigo abandonado, deixado na sarjeta, do lado de fora, trocado por um punhado de bolachas, desolado (acho que estou sendo um pouco dramático), não pude reagir de outra forma que não fosse me juntar aos dois.

– Pois passe umas duas bolachas dessas pra cá, pra eu ver se é boa.

Como diria a querida jornalista Nelma Figueiredo “Doido é doido” e a gente se entende.

E fica a lição, que, se após você ser trocado por meia dúzia de bolachas a amizade permanecer, é porque ela é verdadeira!

15 thoughts on “Romye me trocou por um punhado de bolachas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *