Munganga é ser natural

*foto tirada num aniversário onde o bolo foi substituído por rapadura. A melhor ideia e o melhor doce!

 

Sempre quis saber duas coisas em relação às palavras: a primeira, é o significado e a segunda, é o motivo do brasileiro botar tanto nome estrangeiro nas coisas e nas pessoas. Meu nome não é exceção e, lá na frente, falo disso.

Num domingo à tarde, deixei Ian na casa de um colega pra fazer um trabalho da escola e fui a um shopping (ops). Me desafiei a arrumar inspiração pra escrever este texto, enquanto ele não entrava em contato para buscá-lo. Sentei na praça da alimentação e só ali, dos 14 estabelecimentos, que me rodeavam, observei, muito rapidamente, que em 10 tinham nomes estrangeiros, muitos deles e de forma bem visível: Crepe de La France; Yes, Burguer, Budweiser, Lang Chao, Yupi, subway, satollare Italian food, kids, happy e grill.

Estava ali a inspiração, bem na minha fuça, ou seria na my face?

Em meio às quatro lojas onde não há nomes estrangeiros, uma lanchonete onde vende açaí, um produto brasileiro, cujo slogan é: “gostoso é ser natural”.

Pois bem! Vou tomá-lo emprestado para definir uma outra palavra bem nordestina que tou usando para denominar minha filosofia de vida: munganga.

Quando pergunto às pessoas “o que é munganga?”, geralmente, os mais velhos, respondem: macaquice, trejeitos, caretas… Até dizem uma frase muito comum utilizada pelos pais e avós: menino, deixe de munganga! Já os mais jovens, não sabem exatamente o significado e alguns, mais curiosos, até se arriscam: é uma coisa engraçada?

Isso mesmo! Munganga é tudo isso junto: coisa engraçada, macaquice, trejeitos, caretas… É uma palavra de muitos significados e eu vou tomar a liberdade pra acrescentar mais um: ser natural.

Por isso que o escolhi! É um nome perfeito! É como se ele falasse sozinho o que faço e ainda pretendo fazer.

Munganga por Romye Schneider (blog); Munganga no Ar (rádio) e Munganga de Pé – Vulgo Standup (show). Foi este nome que escolhi para ser meu companheiro na realização de sonhos.

Agora, tou aqui me perguntando: será que, de forma inconsciente, eu não o elegi para que esteja sempre por perto pra pegar na minha mão toda vez que alguém questionar o estrangeirismo do meu nome?

Pois não é brincadeira! São 48 anos tendo que responder, no mínimo, três questionamentos a partir da pergunta mais inocente de todas: como é o seu nome? Enquanto a maioria apenas responde e, a partir daí, se inicia uma nova amizade, um novo relacionamento ou um novo negócio, eu tou lá enganchada, tendo que explicar a origem; se é homenagem a alguém famoso; se sou parente de alguém que tá nas paradas de sucesso e por aí vai.

Mas, agora, além do rol de respostas para o meu nome estrangeiro, tou tendo que acrescentar outras respostas para a nova pergunta que me chega: por quê munganga? Agora, já sei uma boa resposta: porque “gostoso é ser natural”.

 

12 thoughts on “Munganga é ser natural

  1. Uma delícia! O açaí, o ser natural, o ser munganguenta, o ser Romye Cshneider (ah meu Deus, será que é assim???).
    Nada melhor, estimulante e provocante do que ser e viver ao natural, eliminando as barreiras, quebrando o gelo e propondo uma diálogo franco, aberto, democrático e descontraído, em tempos de extremo isolamento e diálogos fúteis e desrespeitosos nas redes sociais. E ao natural fica tudo mais saboroso. Ser Munganga e tomar açaí. Good morning, coisinha! kkkk

  2. Ser natural é a tua cara, pois não conheço nenhuma munganguenta mais Natural que tu, gosto dessa ideia autêntica de ser você mesma, não se apegue a esses modernismos americanizados que só confundem nossos juízos. Admiro muito suas mungangas.

  3. Excelente texto e captação nada sutil da nossa realidade ” Babelica”. De fato ser natural, está longe ser simples…. Vamos combinar que seu nome é charmoso e te trás muitas vantagens! Agora ser uma mugangueira… ah isso aí são outros 500 ( €, $, francos, libras…) bjs

  4. Eita que texto lindo e realista. Sabemos que brasileiros gostam de estrangeiros rsrsrs ne verdade? Vc sabe mesmo fazer o show e está de parabéns a munganga está no seu sangue so o nome Romye que é estrangeiro kkkk mais vc amiga e top te adoro e é brasileira/ nordestina bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *