A incrível missão de fazer rir

 

Compartilho com leitores do blog e ouvintes do Munganga no Ar (rádio Sanhauá – 1280 AM), um momento muito especial que vivi sexta-feira, 15 de setembro. Fiz meu sétimo Munganga de pé – vulgo Standup. Desta vez, no Café 17, um espaço lindo e mágico, no Centro Histórico, de João Pessoa, que abre as portas para a cultura paraibana.

Desde o instante em que tive a ideia de fazer as pessoas rirem, tenho experimentado emoções incríveis. Enfrentar público é algo rotineiro na minha profissão, mas, agora é diferente. Subo ao palco pra defender a minha verdade. Deve ser por isso que sempre bate um frio na barriga. Mas, basta ouvir a primeira gargalhada rasgada, que logo passa e eu me entrego, plena e absoluta.

Pela reação das pessoas, percebo que se identificam com as mungangas que nada mais são do que o meu cotidiano e o dos que me rodeiam, contados do meu jeito munganguento. Sempre comentam: já passei por isso; é assim mesmo que acontece…

E, vamos combinar, que algumas mungangas são situações bem constrangedoras, como a de um namorado da adolescência por quem eu era muito apaixonada. Chegou e disse, sem arrudei: “você não tem um pingo de bunda”. Confesso que, na hora, fiquei chocada, mas, foi só o tempo do choque passar e já transformei a situação numa piada que virou um dos melhores momentos do show.

Faço isso porque é assim que sou: adoro mangar das situações que, muitas vezes, me tiram do prumo ou os meus familiares. Aprendi a ser assim e isso torna minha vida mais leve, somente com as preocupações necessárias. Nada além do que me faz bem!

Aprendi com a minha mãe, Clizete – a munganguenta-mor. Outro momento alto do show é quando conto as mungangas dela, uma mulher de 71 anos, com uma energia invejável e uma disposição impressionante de rir de situações que deveriam incomodar.

Não tem preço ver o público respondendo, com altas gargalhadas, numa sexta-feira à noite, depois de uma semana exaustiva de trabalho. Meu queridíssimo amigo jornalista, Lael Arruda, escreveu no seu instagram: “Sou feliz em ter sua amizade e grato por poder presenciar você colocando seu talento a serviço da humanidade. É uma missão incrível! Siga! O caminho é massa e cheio de mungangas e sorrisos! Vida longa ao munganga!”.

Eu, Lael e o tripé de cabo de vassoura e garrafa peti. Munganga do meu sobrinho, de 14 anos, Sandi Filho

 

Que palavras gentis! Lael sempre me incentivou a fazer algo com a minha veia cômica. Muito do que tou vivendo hoje devo a ele. Tome empurrão e puxão de orelha. Tão necessários quanto às mungangas.

Realmente, arrancar gargalhadas é mesmo uma missão incrível. O riso quebra o ranço, escancara a energia pra receber coisas boas, mas, muitas pessoas não o conseguem fácil. E observar uma plateia inteira gargalhando, rindo alto, aplaudindo, assoviando, interagindo, me faz pensar que as pessoas vão sair dali leves e mais abertas para o que há de melhor na vida. A minha missão é mesmo incrível e muito obrigada a todos e todas que acreditam nela.

 

Galeria de retratos (Lucas Cavalcanti – Tríade Filmes)

Carla e Salismar têm cadeira cativa no show. Já viram quatro espetáculos.

Estes dois foram os primeiros a chegar no Café 17: Sinfrônio Lima levou o amigo de Florianópolis, Francisco Veiga. “Eu não poderia ter tido um presente melhor. Cheguei hoje a João Pessoa e vir pro seu show foi maravilhoso. Eu não parei de rir um segundo. Vou falar de vc pra todo mundo lá da minha terra”. Ui ui ui!

Banda Brega é Você que arrasou na abertura do show, dando o tom da noite!  

 

  

Ah bixa réa munganguenta, viu! Quando olho os retratos é que percebo. Neste que tou de costas, tava dançando Gretchen. Pia, coisinha, o mermo corpo dela, né? Também acho!

Neste abaixo, o registro do momento que choveu e ficou ainda melhor: todo mundo bem pertinho. Foi bom demais!

Mt obg a todos e todas que acreditam numa vida com mais mungangas: Jussara Moreno, Sebastião Formiga, Rafinha Paiva, Gílson Alves, Gracy Wedja, Carmen Meirelles, Manu Lucena, Ítalo Di Lucena, Banda Brega é Você, meus filhos, Caê e Ian, toda minha família e os admiradores, leitores e ouvintes.

30 thoughts on “A incrível missão de fazer rir

    1. O Show foi maravilhoso, todas as minhas convidadas adoraram, não podem me ver no prédio que comentam o quanto foi agradável a noite que tivemos, minha mãe nem se fala, a aniversariante do dia, amou sua apresentação. PARABÉNS!!!

      1. Oh Carmen, eu que fiquei feliz de tê-las por lá e de sua mãe ter escolhido o meu show como um local ideal para comemorar o aniversário dela. Mt obg a vc e a todas elas!

  1. Minha linda amiga….ri de si mesmo é uma arte e transformar a nossa vida numa grande festa é sabedoria…
    Parabéns sempre! Você sabe que sou muito sua fã e estarei sempre te aplaudindo com estusiasmo e pronta para boas gargalhadas.
    Você é uma grande inspiração!!
    Deus te abençoe grandemente….

  2. Ô bicha réa munganguenta que eu amo! Conheci romye faz pouco tempo, mas a energia, o carisma e o poder dessa mulher já me envolveu e envolve a todos rapidamente, a pessoa só precisa trocar uma palavrinha com ela que já se encanta… Seu show é a prova viva disso, da primeira tiração de onda até o último agradecimento, romye cativa a platéia de um jeito, que sai todo mundo implorando por mais!

    Que venham muito mais mungangas, vulgos stand-ups, reconhecimento e sucesso, querida! Tu tem um passado e um futuro brilhante!

  3. Romye, vc é mestre em fazer o povo rir. E faz isso naturalmente rsrsrs, nem precisa de muito esforço. Seu show está cada vez melhor 👏👏👏 Detalhe: Adorei ver nossa foto no blog 😄

  4. Uma noite de sexta-feira recheada de gargalhadas, minhas e de um monte de gente, não tem preço! Eita, que foi bom demais, mulher!! Obrigada por melhorar a nossa vida, fazendo a gente ver tudo por um prisma leve e engraçado. Vamos mungangar!!!

  5. 😔 Pôxa, menina,
    mais uma vez não pude ir ver teu show.
    Se Deus quiser vou no próximo. Só o teu jeito de conversar já nos deixa alegres, imagino vc contando tuas mugangas. 😂
    Vou chorar de tanto rir.
    Sucesso minha amiga.

  6. Minha querida amiga “munganguenta” kkkkk <3
    Estou muitooo feliz por você, pois você está alcançando lugares altos, está chegando mais próximo de suas realizações, aliás, já te vejo uma mulher realizada! Infelizmente, não pude acompanhar seu show, chorei demais, kkkk. Mas fiquei torcendo muito por você, para que desse tudo certinho, e deu né. !?
    Você é um sucesso, continue assim, e não deixe que ninguém segure suas asas, VOE ALTO ! te amo <3

  7. Querida Romye Schneider
    Aqui é o Francisco Veiga de Florianópolis, amigo do Sinfrônio, teu show foi maravilhoso, me diverti muito. Tua simplicidade, luz e criatividade encheram de graça a noite. Teus amigos e a Banda do Marcio tudo perfeito. Foi uma maneira muito especial de chagar em João Pessoa.
    Florianópolis te receberia com grande sorriso, minha casa está a tua disposição .
    Beijos e abraços
    Xico

    1. Que coisa mais linda de se ler. Mt obg pela presença. Adorava olhar pra vc e vê-lo rindo muito. Isso é um combustível para o humorista. Quanto ao convite de ir pra sua terra, fico muito grata e seria uma grande honra conhecer Floripa. Bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *